sexta-feira, 24 de outubro de 2008

dois de setembro de dois mil e quatro

hoje eu só quero ficar
andando livre na areia
os pés descalços na praia
vendo o marulho do mar

hoje eu só quero ficar
com minha tarde faceira
pescando todas estrelas
que se afogam no mar

só preciso de uma brisa
e do frescor da espuma…

agora apago as pegadas
que me recordam as suas

3 comentários:

Luiz Coelho disse...

data triste!

Paulo Henrique Motta disse...

mas superada.

Esther disse...

Gostei da sua visita!!

Gostei do seu blog

e de suas

palavras


!!