quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Poesia para janeiros de calor

o suor
que
es
corre
da testa
não é o mesmo
que arrepia
pela nuca

17 comentários:

Luiz Coelho disse...

o melhor de todos seus que eu já li, parabéns pela evolução!

Paulo Henrique Motta disse...

to aprendendo com um carinha iniciante, meio mais ou menos, que atende pela alcunha de "Bunny".

Paulo Henrique Motta disse...

valeu pela moral, parceiro!!!

adrianna coelho disse...


poesia acalorada!

Paulo Henrique Motta disse...

e bota calor nisso, querida Pavitra!!! rss

Miguel Barroso disse...

mas complementam-se...



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITOcco

Vanessa disse...

Que maravilha!
Adorei

Paulo Henrique Motta disse...

Obrigado pela visita, Miguel.
e vc tem razão, se complementam mesmo.
Um abraço.

Paulo Henrique Motta disse...

Valeu, Vanessinha!!
mil bjs

Tiago Faller disse...

Bem bolado, cara!

Emílio disse...

Mais uma vez causou arrepio, Paulo. rsrs
perfeito!
Um abraço do Emílio.

Paulo Henrique Motta disse...

Obrigado, Tiago.

Um abraço.

Paulo Henrique Motta disse...

sempre o arrepio... hehehe
mais uma vez obrigado também, Emílio.
abraços.

Flávia Muniz disse...

isso é bem verdade!

Paulo Henrique Motta disse...

obrigado pela visitinha, Flávia.

Juliana Caymmi disse...

Bom...esse que da nuca é coisa seríssima..rs.

Paulo Henrique Motta disse...

Ju, esse destrói até relacionamentos. rss
obrigado pela visitinha.